Curta

Goleiro de Futebol deve apostar no condicionamento físico







Tempo de reação do goleiro é um dos mecanismos de defesa mais importantes para um time de futebol. A reação mais rápida e precisa do goleiro, menor a probabilidade de a bola está para entrar na net. A maioria dos jogadores exigem uma boa dose de prática e treinamento para melhorar suas habilidades para reagir rápido o suficiente para parar a bola de entrar no gol. Porém, para "suportar" esse treinamento tão importante, é preciso ter um bom condicionamento físico.

Não são apenas os jogadores de linha que precisam manter um condicionamento físico de alto nível. É verdade que o goleiro é menos exigido nesse sentido, pois atua em momentos pontuais do jogo. No entanto, ele precisa estar sempre atento como parte essencial do esquema tático e dar o suporte com os pés ou sair do gol em bolas aéreas, por exemplo.

Por isso, cuidar da parte cardiovascular é muito importante. Um goleiro bem preparado fisicamente terá reflexos positivos na sua agilidade, no seu apuro técnico e na força necessária nos tiros de meta.

Lembre-se de realizar tanto os treinamentos básicos e avançados quanto apostar em exercícios capazes de melhorar o seu rendimento como um todo. Atividades que potencializam sua força, velocidade, elasticidade, segurança e reflexo, por exemplo, devem ser abordadas.

Também é importante praticar exercícios que aprimorem o tempo de reação, que nada mais é que o tempo que o goleiro leva para reagir após um chute.

Como treinamento físico, inclua na sua lista de atividades a corrida, que vai contribuir com a capacidade respiratória e melhorar a sua resistência. Já o alongamento é responsável por aumentar a elasticidade, o que vai ajudá-lo a alcançar todas as bolas.

Não se esqueça também de realizar o deslocamento lateral e frontal, exercício que vai auxiliar na questão da agilidade. Já o deslocamento de costas e de frente, mesclando média e alta velocidade, é capaz de aprimorar a noção de espaço e tempo nos cruzamentos.

Tão importante quanto os treinamentos físicos é dedicar um bom tempo também ao treinamento técnico. Quer alguns exemplos? Comece com jogadores realizando uma série de 6 a 10 chutes frontais, à altura do tórax do goleiro.

Depois, faça o mesmo exercício, mas com o deslocamento lateral desta vez. É indicado também treinar chutes a meia altura com queda, mas sem saltar — basta que o atleta pegue a bola e caia.

Para melhorar a impulsão, o treinador deve jogar a bola para o alto — ao menos 2 metros acima do goleiro —, que por sua vez vai saltar, levantando o joelho direito e revezando esquerdo. Essas são apenas algumas das opções. O ideal aqui, como já dito, é ter o auxílio de um treinador bem capacitado que vai conseguir elaborar um cronograma adequado para o aluno.

Quer aprender a ser um excelente goleiro e fazer sucesso no futebol?  Este curso tem todas as informações que você precisa para ser um goleiro mais confiante. Clique aqui e saiba mais!




Dicas para Profissionais:
  • Voleibol: Como montar treinos + 170 exercícios
  • Como montar treinos de Treinamento Funcional + 100 exercícios
  • 800 atividades esportivas para escola

  • Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook e Instagram. Adicione no grupo do Whatsapp

    Comente:

    Nenhum comentário

    Comentários ofensivos não serão publicados!